Felicidade Minha

É como aquelas coisas
Nasce na fonte que escolhermos
Mas nem todas as fontes têm ouvidos
Escolho então a minha

E qual é a minha?
É aquela que me apetecer
O que é que me apetece
Apetece-me algo bom

Mas há dias que não sei
Sei que não sei
Mas quando sei
Sei bem o que sei

Escolho então a que me apetece
Como quem sintoniza um rádio
Ruído SOm Ruído Som
É esta que quero

Sou feliz mesmo sem rimar
A rima é linda
Mas nem sempre
Deve constar.

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s